Casa Aberta
Diversos grupos - Bahia

14 de abril
terça
20h
r$10 (inteira)/r$5 (meia)

Dança contemporânea, jazz, ballet clássico, dança do ventre, técnicas circenses, dança de salão, performances... todos esses estilos estarão representados por mais de 20 grupos no projeto Casa Aberta – mostra que possibilita a apresentação de novos talentos de dança. O Casa Aberta foi criado com o objetivo de dar oportunidade e visibilidade a novos trabalhos e conta com patrocínio do Banco do Nordeste.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA AQUI


Cinemateca Francesa

16 de abril
Divagations dans une Chambre d'Hôtel - 25'

19h
Cabaré Café

Gratuito

O III Mês da Dança no Vila conta com uma mostra de filmes relacionados à temática da dança. Os vídeos fazem parte de um programa sobre dança criado pelo Ministério Francês das Relações Exteriores e Européias e o Centre National de la Cinematographie. A seleção mostra um panorama da dança contemporânea que ilustra, de um filme a outro, sua riqueza e criatividade.

A coleção é representativa do que a França já produziu de melhor nesta área e foi organizada com o objetivo de ampliar o patrimônio dedicado a espetáculos vivos disponível nas mediatecas, além de buscar pomover este gênero cinematográfico no âmbito de festivais.

Sejam documentários, remontagens ou ficções, cada uma dessas propostas ricas em emoções é um convite a explorar a imensa criatividade da dança contemporânea captada pela imagem.

LISTA DOS FILMES E DESCRIÇÕES


O que nos move
Laso Cia. de dança - Rio de Janeiro

16 e 17 de abril
quinta e sexta
20h
r$10 (inteira)/r$5 (meia)

O que nos move observa a experiência do desejo - seu inicial estado inquebrantável, seu contraponto da libertação e alienação. A dramaturgia do espetáculo parte do sonho e das existências em exílio. O espaço cênico volta-se para a nudez simbólica da pele através de uma parede de vestes, onde o desespero e encontro humano produzem desenhos coreográficos. Criada em 2002, a Laso Cia. de dança traça na interseção de técnicas como balé clássico, dança contemporânea, capoeira e teatro uma linguagem própria de movimentos.


Trilhas Urbanas
João Rafael Neto e Leandro de Oliveira - Bahia

17 de abril
sexta
19h
r$10 (inteira)/r$5 (meia)

Dois bailarinos utilizam a técnica do Le Parkour como ferramenta de exploração espacial num ambiente urbano que é recriado por um cenário mutante, inspirado nos materiais que compõem ruas e avenidas de Salvador. Em cena são levantadas reflexões sobre os princípios do Plano Diretor de Salvador, como a função social da cidade, o direito à cidade sustentável, a eqüidade social etc.


Exposição de Graffiti

18 a 30 de abril
Foyer do Teatro Vila Velha

Gratuito

Serão expostas telas e painéis de grafitti em áreas do Teatro Vila Velha. Nesta mostra coletiva, os expositores reúnem novas pinturas e experimentações desenvolvidas a partir do seu traço graffiteiro feito com spray, evidenciando a expressão e a força plástica do graffiti na representação de elementos da cultura afro-brasileira, da dança e do hiphop.


Feira de artigos de hip hop e artesanatos

18 e 19 de abril
sábado e domingo
8h às 19h
Teatro Vila Velha

A proposta da feira é mostrar um pouco da produção independente de jovens produtores da cultura hip hop. Provenientes de comunidades de baixa renda, eles geram emprego e renda, administram seus próprios negócios e comercializam seus produtos através de empreendimentos culturais, contribuindo assim para o fortalecimento do mercado alternativo. A feira contará com artigos como roupas, camisetas, esteiras, mandalas de cipó grafitadas, telas de grafite, artesanato em biscuit personalizados, esculturas, cds, dvds e livros.


Homenagem aos 13 anos de Movimento Hip Hop na Bahia

18 de abril
sábado
17h às 18h
Passeio Público

GRATUITO

O Programa Evolução HipHop , da 107.5-Educadora FM, será transmitido direto do Passeio Público. Foi neste local que, há mais de 13 anos, aconteceram as primeiras reuniões do movimento Hip Hop na Bahia. Grupos de rap convidados farão apresentações ao vivo. Quem não está na Bahia pode acompanhar pelo site www.educadora.ba.gov.br .


Mesa Redonda: O HipHop Como um Fator de Transformação Social

18 de abril
sábado
Teatro Vila Velha

GRATUITO

19h : Exibição do documentário HipHop com Dendê | direção Fabíola Aquino e Lílian Machado

19h15 : Palestra com DJ Branco (diretor da CMA HipHop), Mario Sartorello (radialista), Nelson Triunfo (precurssor do break no Brasil), Big Richard (jornalista, rapper e escritor) e Negra Mone (rapper, b.girl)


2ª Batalha de Break Evolução HipHop (Batalha de Duplas)

19 de abril
domingo
13h
Teatro Vila Velha

GRATUITO

A 2ª edição da Batalha de Break Evolução HipHop busca incentivar o fortalecimento da dança de rua como uma linguagem artística. Feita majoritariamente por jovens de periferia, o break permite a criação livre de movimentos próprios a partir do estudo de técnicas da dança. A batalha tem ainda como objetivo promover intercâmbio de artistas de breakdancing com dançarinos das mais variadas técnicas. O evento contará com a participação especial do pioneiro de break no Brasil, o Nelson Triunfo, de São Paulo.