Todas as notícias

Arrieta e memória em Tango aDeus
Luis_Arrieta_-_crdito_Antonio_Carlos_Cardoso_-_SITE

 

Na segunda noite do VIVADANÇA Festival Internacional Ano 5, o público conferiu a estreia do espetáculo Tango aDeus, de Luis Arrieta, no Teatro Molière da Aliança Francesa. Abrindo a apresentação com El Tango, música de Astor Piazolla e poema de Jorge Luis Borges, interpretado por Caetano Veloso, Arrieta iniciou sua bela performance com uma imponente presença de palco e elegância, além de uma majestosa interpretação. Ao longo do espetáculo, ainda cantou um tango, Los mareados, de Juan Carlos Cobián, e finalizou a performance com uma inesquecível dança com uma cadeira, que seria ovacionada de pé pelo público. Ao final da apresentação, o coreógrafo autografou alguns exemplares do livro que está lançando e reencontrou membros do Balé Teatro Castro Alves, para o qual já criou diversas coreografias, entre outros amigos. No domingo, Luis Arrieta participou, juntamente com Tadashi Endo e Antonio Nóbrega, às 11h, no Teatro Vila Velha, da mesa redonda Encontro com os Mestres. Após o evento, a biografia de sua autoria, cujos textos foram recolhidos pelo jornalista Roberto Pereira, falecido antes de vê-los publicados, foi oficialmente lançada. Segundo disse no Encontro com os Mestres, Tango aDeus e, para o coreógrafo, "um conjunto de memórias de movimentos. Não necessariamente conscientes, mas memórias que deixo que tomem o meu corpo".


*Crédito das imagens: Antonio Carlos Cardoso.