Fricção PDF Imprimir E-mail
Escrito por Multiversa   
Sex, 18 de Março de 2011 05:24

Fricção14, 15, 16 de abril | 20h

Teatro ICBA Goethe Institut

 

Fricção- Isaura Tupiniquim

Um olhar erotizante sobre a guerra. É essa a proposta da coreógrafa e bailarina Isaura Tupiniquim, vencedora da segunda edição do Prêmio VIVADANÇA, que contempla com um recurso financeiro e com apoios técnicos e de divulgação uma obra inédita de dança contemporânea. O projeto solo Fricção, que tem como argumento a fricção entre imagens de guerra e o universo erótico, ficará em cartaz por duas semanas no Teatro ICBA Goethe Institut.

 

A partir de fotografias de guerras – como a famosa e violenta imagem da criança que corre nua e desesperada com o corpo queimado na guerra do Vietnã –, a coreógrafa propõe definir o estado de atuação do seu corpo, através da utilização de próteses externas constituídas de materiais rígidos e móveis, que produzem múltiplas qualidades de movimento e desvios de corporalidade. Essas próteses serão estruturas com rodas pequenas, acopladas a diferentes partes do corpo de Isaura, num estratégico sistema de fricção, o que possibilitará impulsos e arremessos do corpo da bailarina no espaço, bem como brecadas violentas, além de deslizamentos fluidos no nível do chão.

 

“A guerra apresentada como uma extensão da política ou como um estado de exaltação da mesma, ordinária, cotidiana e estetizada, é que gera a complexidade de pensá-la nos dias atuais, e fará dessa investigação cênica em dança um campo fértil de imagens e história”, explica a criadora. Nessa perspectiva, o corpo aciona estados de violência e posturas de poder, ao mesmo tempo em que erotiza. “A alternância desses estados, dinâmicas e qualidades corporais ultrapassa a pura representação e irá friccionar períodos e contextos bélicos distintos”, completa Isaura sobre sua obra.

 

PRÊMIO VIVADANÇA

O quê: Espetáculo Fricção

Onde: Teatro ICBA Goethe Institut

Quando: Dias 14, 15, 16, 28, 29 e 30 de abril, às 20h.

Preço: Gratuito

 

 

CONHEÇA MAIS SOBRE ISAURA TUPINIQUIM - Graduanda na Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia desde 2007, Isaura Tupiniquim foi integrante do Grupo de Dança Contemporânea da UFBA (GDC) e do grupo Quitanda. Em 2007, Isaura deu início ao seu solo em dança Entrada ao Preço da Razão, que foi apresentado em eventos como o WDA (Wolrd Dance Aliance), e também em cidades como São Paulo e Jacobina (BA). Atualmente, a artista participa do Coletivo de Performance e Intervenção Urbana do Grupo GO, na Novela Performática Ressuscitando JoaneTchau Wanderley, com direção de Tiago Ribeiro. Como integrante no Coletivo TeiaMuv. criou a Intervenção Urbana BARROC.inha, contemplada no edital Quarta que Dança, Bienal do Recôncavo, Corpocidade off, Circulação Recife - São Luis através da Funarte – Artes Cênicas na Rua.

 

 

FICHA TÉCNICA DE FRICÇÃO

Concepção e Performer: Isaura Tupiniquim

Orientação conceitual: Washington Drummond

Design de luz: Márcio Nonato

Design de próteses: Gaio Matos

DJ e ambientação sonora: Lívia Drummond (Lívia Losd)

 

*Crédito da foto: Jorge Itaitú

Última atualização em Seg, 28 de Março de 2011 12:49